968565471077145
top of page

Soft skills e hard skills: o que são e como desenvolvê-las

As soft skills são traços de personalidade relevantes, habilidades sociais autodesenvolvidas que aumentam a capacidade de um profissional de realizar seu trabalho e que não são de uma área específica.


Geralmente são adquiridas por meio de experiências de vida e de trabalho, podem ser aplicadas a uma série de funções e estão em demanda em diferentes indústrias.


Esses atributos pessoais ajudam os profissionais a prosperar no local de trabalho, independentemente de seu nível de conhecimento, função ou setor e são mais difíceis de serem mensuradas.


Algumas são importantes para todos os cargos ou tipo de atividade, outras fazem mais sentido em determinadas profissões.


As hard skills, por sua vez, são o conhecimento e as habilidades técnicas específicas de um trabalho, relevantes para o desempenho de funções de maneira eficaz em cada cargo e nível profissional.


Ou seja, cada posição em uma empresa exigirá uma lista exclusiva de hard skills. Elas podem ser desenvolvidas por meio de educação formal, cursos e treinamentos, e são mais fáceis de serem mensuradas.

Qual é a diferença entre soft skills e hard skills?

Enquanto um tipo se aplica a diversas profissões e é desejável para os mais diferentes cargos, outra é própria de determinadas atividades, podendo ser mensurada e aprendida mais facilmente.


Mais difíceis de serem treinadas, as soft skills incluem habilidades como caráter, capacidade de trabalhar em equipe, compreensão geral e participação na cultura da empresa.


Já as hard skills englobam habilidades técnicas conforme as exigências da profissão, como escrita, cálculo, programa de computador ou outras ferramentas.


Exemplos de soft skills

  • Comunicação

  • Trabalho em equipe

  • Ética

  • Gerenciamento de tempo

  • Inteligência emocional

  • Criatividade

  • Empatia

  • Escuta ativa

  • Flexibilidade

Exemplos de hard skills

  • Diploma de graduação ou pós-graduação

  • Certificado de cursos e treinamentos

  • Proficiência em uma língua estrangeira

  • Gestão de fluxo de caixa

Como pode ver, elas são infinitas e variam conforme a área de atuação.


Soft skills ou hard skills? O que é mais importante?

Quase todos os empregos exigem hard skills e, embora sejam importantes, as empresas sabem que excelentes funcionários têm outro conjunto de habilidades mais difíceis de cultivar, as soft skills.


É claro que um profissional deve ter no mínimo o conhecimento e as habilidades específicas necessárias para desenvolver seu trabalho, mas aqueles que se destacam geralmente oferecem qualidades adicionais, como a habilidade de se comunicar de forma assertiva, de conviver e colaborar com colegas e de gerenciar seu tempo, que são as soft skills.


Na verdade, não é uma questão de uma ou outra, mas sim de equilibrar ambas.


Como aperfeiçoar as soft skills e hard skills?

Como vimos, as hard skills são desenvolvidas por meio de educação formal, cursos, treinamentos, graduações, mestrados, doutorados e atividades práticas que conferem a experiência necessária para cada profissão, como estágio e programa de trainee.


Você pode se aprimorar também com aulas online, muita leitura, mentoria, workshops, seminários e até mesmo com o método de tentativa e erro.


Já as soft skills são características arraigadas de um indivíduo, o que não quer dizer que não possam ser aprendidas e cultivadas ao longo da vida, por meio de experiências pessoais e profissionais – e estudo também.


Por exemplo, se você tem dificuldade de trabalhar em equipe, mas o emprego dos seus sonhos requer esta habilidade, você pode desenvolvê-la com atividades em grupo ou até mesmo a prática de um esporte de time ou um jogo de escape room.


Se sua dificuldade é se comunicar de forma eficiente, por exemplo, você pode participar de grupos de discussão ou observar como profissionais que dominam essa técnica se posicionam para aprender com eles, além de ler muito sobre esse assunto.


Outra dica é praticar a autorreflexão, reservar um tempo para avaliar suas ações e posicionamento em cada situação, especialmente as problemáticas.


Frequentemente passamos de uma atividade para outra sem pensar em como nos apresentamos ou agimos, mas essa reflexão pode trazer observações surpreendentes sobre nosso comportamento e ajudar a melhorar as habilidades sociais com o tempo.


Outra forma de trabalhar as soft skills é sair da zona de conforto, vivenciando ambientes e situações nas quais não gravitamos com naturalidade, como uma pessoa introvertida participando de dinâmicas de grupo para melhorar as habilidades sociais.


Então, quais dessas habilidades você poderia acrescentar ao seu currículo?


Fonte

https://www.poderdaescuta.com/soft-skills-e-hard-skills/

Comentarios


bottom of page