968565471077145
top of page

Guardar dinheiro: 4 ideias para te ajudar

Para começar o ano planejando melhor a sua vida financeira, separamos quatro ideias para te ajudar a guardar dinheiro em 2023.

1. Dê nome às suas metas

Geralmente, juntamos dinheiro para atingir alguma meta, seja reformar a casa, fazer uma viagem ou até mesmo criar uma reserva de emergência. Nomear suas metas ajuda a torná-las mais reais, dessa forma, você saberá exatamente onde quer chegar, quanto tempo levará, qual valor você precisa e por aí vai.


Além disso, você pode guardar dinheiro para diferentes objetivos ao mesmo tempo. Dar nome às metas te ajuda a lembrar o peso de cada uma delas e conseguir acompanhar a evolução de forma mais fácil.


Um exemplo de técnica que pode ser usada para te ajudar a ter metas bem definidas são as metas SMART. Basicamente, elas são estabelecidas com cinco critérios claros em mente. A letra inicial de cada um deles, em inglês, forma a sigla SMART – sendo:

  • S de specific (específico);

  • M de measurable (mensurável);

  • A de attainable (atingível);

  • R de relevant (relevante);

  • T de time based (prazo).

Seguir esses cinco passos te ajuda na hora de definir uma meta, criando uma trajetória, metodologia e resultados claros para atingi-la.


2. Crie um orçamento

Criar um orçamento é um dos passos essenciais na hora de organizar as finanças e começar a guardar dinheiro. Entender se está gastando mais do que ganha, quanto gastou no cartão de crédito nos últimos três meses, quantas parcelas faltam para quitar aquele empréstimo pessoal, entre outras informações importantes sobre o seu dinheiro.


3. Categorize seus gastos

Saber o quanto gastou e o que gastou é o primeiro passo para organizar as finanças. E um bom caminho para isso é separar seus gastos em categorias. Assim, você conseguirá visualizar onde é possível economizar, o quanto de dinheiro você pode guardar e começar investir nos seus planos.


Você pode, por exemplo, dividir os seus gastos em três categorias: livres, essenciais e economias (que você faz para uma viagem ou plano específico). Ao final do mês, após pagar todas suas contas, será possível identificar quais são os seus tipos de gastos – e o tamanho deles.


Mas vale dizer que criar um controle de gastos é algo muito pessoal. O que uma pessoa ou família considera como gastos livres, para outra pessoa pode ser um gasto essencial, e assim por diante. Por isso, primeiro defina: quais são os seus gastos essenciais? E os livres? E claro, quanto pode poupar todos os meses?


4. Faça uma faxina financeira

Reserve um tempo para organizar suas finanças. É nesse momento que você vai quitar boletos em aberto, administrar os gastos do mês, separar despesas fixas de variáveis, entender para onde o seu dinheiro está indo, comparar com a renda, acompanhar as metas etc.


Fonte: https://blog.nubank.com.br/guardar-dinheiro-em-2023-5-ideias-para-te-ajudar/

bottom of page